FANDOM


Anahí

Anahí-RBD.jpg
Informação geral
Nome completo Anahí Giovanna Puente Portilla
Apelido Any
Nascimento 14 De Maio De 1983 (28 Anos)
Origem Cidade Do Mexico,Distrito Federal
País
20px-Flag of Mexico.svg.png
Mexico
Generos Pop Latino,Pop,Electropop,Power Pop
Ocupação Atriz,Cantora,Empresaria
Instrumentos Vocal e Guitarra
Extensao Vocal Mezzosoprano
Período em atividade 1985 presente

==Anahí Giovanna Puente Portilla (nascida em 14 de maio de 1983) é uma cantora, atriz e epresaria mexicana. Tem no currículo 12 telenovela 8 novelas, e no espaço musical lançou 3 álbuns solos. Ela é considerada uma das atrizes mais rica do México de acordo com várias fontes dentre elas O fuxico e La botana e esta entre as “10 mulheres mais parecida com a Barbie” de acordo com a People en Español. Desde 1986, Anahí se encontra na televisão, participando de programas infantis e comercias, entre eles foi o comercial de uma famosa marca de Refrigerante, que também foi assistido nos Estados Unidos , chegou a aparecer em vários filmes mexicanos, aonde os quais mais se destacam são Inesperado Amor aonde contracenou com Dulce Maria por sua primeira vez, e Había una Vez una estrella. Ganhou vários premios, dentre eles o Palma de Oro. Anahí atualmente se dedica a sua loja Anahí world, aonde desenha vários modelos de roupas, o que chega a considerar um Hobbiee também aonde dedica suas horas vagas. Anahí foi considerada a celebridade mais procurada na internet de acordo com o site de busca Google. Irá lançar seu quinto álbum como Solista entre Maio e Junho de 2009, que tem como título Otra Vez. Mas como ela irá recomeçar sua carreira, é como se fosse mais um 1º álbum, até porque os outros não foram lançados a nível mundial, já esse será. Então, é o 1º Álbum da Anahí Pós-RBD. Pretende se dedicar agora somente a carreira musical, mas como ainda é contratada da Televisa em breve deverá voltar a fazer TV, só depois do novo CD e da Nova Tour intitulada de Anahi World Tour. Com certeza ela irá continuar se dedicando as duas carreiras.== Anahí nasceu e cresceu na Cidade do México, sob o signo de touro. Filha de Marichelo Portilla e Enrique Puente ela tem duas irmãs Marichelo e Diana Puente. Anahí passou toda sua trajetória de vida se dedicando aos seus papeis em varias telenovelas mexicanas. Começou sua carreira aos dois anos de idade, cantando no coral da igreja, e participando do seriado infantil chiquilladas. Desde então Anahí ficou reconhecida por todo o México, como cantora gravou três album solos e um EP. iniciando oficialmente com o seu disco Hoy es Mañana gravado quando Anahí tinha treze anos. Com quinze anos Anahí parou de freqüentar escolas e passou a ter professores particulares em casa, terminando os estudos mais cedo e se formando em estilista de moda. Hoje em dia Anahí tem lojas na cidade do México Aonde sempre dedica suas horas vagas. No ano passado guando Anahí visitava a Italia, foi chamada para gravar uma canção com o cantor Tiziano Ferro, a canção é single do novo cd do proprio titulado de El regalo mas grande. Anahí também encontrasse trabalhando em seu novo álbum solo sem previsão de estreia. Filme e TV Sua primeira aparição na televisão foi no seriado infantil chiquilladas em seguida vieram vários outros novos trabalhos. Anahí estreou no cinema em 1989 logo no filme Había una ves una estrella (Era uma vez uma estrela) e depois apareceu no drama Asesinado a sangre fria (assassinado a o frio sangue) que foi lançado em 1990, Tambem interpretou um papel no filme Tarde Azul. Desde então Anahí já havia conquistado vários prêmios com seus filmes até então aparecer sua maior oportunidade no cinema no filme Inesperado amor aonde foi protagonista, o filme conta a história de Ana (Anahí) que foge de casa a fim de conhecer mundo a fora, acaba descobrindo as drogas e o mundo da prostituição. O mais interessante é que nesse filme Anahí atuou pela primeira vez ao lado de Dulce Maria, sua melhor amiga da atualidade. Ainda se vê previsto também um suposto documentário do RBD que ira ser lançado nas telonas ainda esse ano. Anahí também chegou a participar de várias telenovelas e seriados, começando em chiquilladas aonde começou em 1986 e ficou até meados de 1988 o qual abriu as portas para o sucesso. Já em 1991 Anahí gravou sua primeira telenovela titulada de Muchachitas, em seguida apareceu proposta para o seriado Super ondas. Já em 1995 com doze anos participou de Alondra novela mais exitosa da época, foi vendida para vários países e foi a que fez com que a Anahí ficasse conhecida em outros países como Espanha e Venezuela. Ainda no mesmo ano Anahí gravou a série Mujer, casos de la vida real que mostrava o cotidiano de mulheres trabalhadoras que cuidava dos filhos. Em 1998 Anahí foi chamada para gravar a série Una pura y dos con sal(Uma pura e dois com sal) aonde teve sua primeira protagonista em trabalhos de televisão, com o fim da série Anahí entrou para o elenco de El diario de Daniela (O diário de Daniela) que foi exibida no Brasil em 1999 pelo SBT. Em seguida vieram papéis inesquecíveis como Jéssica Duarte em Mujeres engañadas(Mulheres enganadas) aonde de coadjuvante Anahí passou a ser a protagonista da trama. Depois venho Primer amor... a mil por hora (Primeiro amor a mil por hora) aonde foi a protagonista novamente, a novela também foi exibida no Brasil nos anos de 2003 pelo SBT. Após um quadro muito grave que a Anahí passou e sua ausência da televisão Anahí volta as televisões mexicana na novela Clase 406 aonde interpreta Jessica Riquelme a vilã na segunda temporada. Nos anos de 2004 a 2006 Anahí participou do maior fenômeno dos últimos tempos chamado Rebelde, da novela se originou a banda RBD aonde a própria fazia parte. Por ultimo Anahí fez uma participação especial em Lola...Érase una vez! Aonde na época a mesma foi chamada para interpretar a protagonista mais por causa de sua agenda cheia teve que rejeitar o trabalho e em 2008 fez uma participação especial no seriado always contigo aonde participou de 2 episódios

CarreiraEditar

Nascida em 1983 Anahí é estilista de moda, cantora, compositora, modelo, dançarina e empresária, sua carreira começou aos dois anos de idade no programa chiquilladas (chiquititas) Anahíonde permaneceu até 1988. A partir dai lançou varios discos e participou de várias novelas, até ser convidada para participar da novela Primer amor – A mil por hora, que foi seu primeiro papel como protagonista na TV a novela foi exibida em 2003 pelo SBT.

Em 2004 ganhou fama mundial na novela Rebelde, dando vida a personagem Mia Colucci, também exibida no SBT em 2004, na novelça surgiu uma banda que ganhou vários discos de platina, ouro e realizava turnês pelo mundo, sendo um dos maiores acontecimentos da música mexicana nas últimas décadas, sendo conhecidos em mais de 23 países, cantaram em msia de 116 cidades venderam mais de 15 milhões de CD’s, 4 milhões de cópias de DVD’s, além dos 17 milhões de downloads na internet.

Em 2008 a banda é desmanchada e Anahí segue carreira solo e lança seu primeiro CD Mi Delirio, lançado no dia 29 de novembro de 2009. No ano de 2010 Anahí lança a reedição do album que ganha um novo nome Mi Delirio – Edición Deluxe com um dos maiores sucessos do méxico que é o single Alérgico, que foi indicado a vários premios juventud no méxico, além disso o album já rendeu disco de ouro com mais de 20.000 cópias do disco vendidas no Brasil.

Atualmente Anahí atual em Dos Hogares uma novela méxicana onde faz a personagem Angélica estrada. Além de prepara seu novo disco que será lançado em 2012. Em agosto a cantora lançou o clipe da música dividida que é a primeira música do CD e também a abertura da novela Dos Hogares.

Em 26 anos de carreira Anahí traz um ghistórico de 3 milhões de discos vendidos, 16 telenovelas, 10 séries, 8 filmes, 200 comerciais, 5 peças de teatro e 5 albuns lançados.

Anahí nasceu em 1982 e é conhecida como uma Atriz e cantora extremamente versátil. Aos 2 anos de idade começou sua carreira no programa Chiquilladas (Que Seria como Chiquititas mexicano) E durante muitos anos foi garota propaganda de uma conhecida marca de Suco (Refresco). Além disso, a musica Te doy un besito (Te dou um beijo) interpretado por Anahí servio para encerrar diariamente a programação infantil do Canal 5 (no méxico).

A participação da Atriz não se limitou a Televisão, ela também participou de vários filmes, como: Nacidos para morir (Nascidos para morrer) com Humberto Zurita, Había una vez una estrella (Era uma vez uma estrela) com David Reynoso e Pedro Fernández, entre outros. Desde muito pequena, Anahí fez vários trabalhos para a Televisão surpreendendo a todos, por seu carisma e "qualidade artística". Alguns dos programas que tiveram sua atuação foram: Chiquilladas, Mujer casos de la vida real, Hora marcada, La Telaraña.

Na musica,  se destacou rápida e surpreendentemente, seu primeiro album da cantora, chamado Anahí, depois veio o CD ¿Hoy es mañana? (Hoje é amanhã?) e incluiu musicas como: Descontrolándote e Corazón de bombón. Tambem interpretou o tema "Mensajero del Señor", canção significativa que foi feita para a visita de Santo Padre (Papa) a Yucatan, México. Seu último album como solista se chamou Baby Blue, em que mostrou uma grande maturidade na interpretação. Agora Anahí é membro do grupo RBD, um grupo jovem foi criado a partir da novela de Rebelde  que é transmitida neste momento em México, nos estados unidos e na America Latina com muito exito. Anahí não só ganhou o reconhecimento do público,como também durante sua carreira, ganhou muitos premios, como:  O Ariel por sua atuacção no filme "Había una vez una estrella" em 1991 e também neste mesmo ano ganho A Palma de Ouro por sua carreira como atriz infantil. A carreira de anahí na talevisão tem sido extensa

thumb|353px|left|Anahi Descreve Mia Colluci No Boomerang.A AnorexiaEditar

A grande carga de trabalho e a vida agitada de uma celebridade fez com que Anahí desenvolvesse o distúrbio alimentar aos 16 anos. O estado de saúde da diva era tão grave que seu coração chegou a ficar parado por 8 segundos. Anahí nunca teve vergonha de falar sobre o assunto, e após vencer a doença começou a fazer campanhas para combater o problema.

Anahocumanoreciadf.jpg

Anahi Com Anorexia.









Anahi a Rebelde Que Venceu A AronorexiaEditar

dolatrada por milhares de jovens em vários países, a atriz Anahí não ficou livre de um drama pessoal. Aos 17 anos, ela enfrentou o desafio de vencer a anorexia, uma doença ainda desconhecida para muitos mas que, a cada dia, atinge um número maior de jovens. Superada a fase do medo e inseguranças, Anahí fez de seu drama pessoal um caminho para esclarecer aos jovens e seus familiares, de todo o mundo, sobre o problema. Em 1999, Anahí jamais tinha ouvido falar em anorexia. Ela estava gravando a novela mexicana Mulheres Enganadas e, devido ao excesso de trabalho, começou a deixar de comer. Dia após dia, a garota foi se acostumando com o fato de não sentir falta dos alimentos, até o ponto de começar a sentir-se feliz com sua magreza. “Não me dava conta de que meu corpo estava gritando: Me ajude!”, contou a atriz a uma revista mexicana. Assim como a maioria dos casos, a anorexia em Anahí começou como uma simples dieta e, em pouco, se transformou em um sério distúrbio alimentar que a levou a ter uma relação doentia com a comida. “Meu problema começou de verdade, quando eu fiquei obcecada por perder peso. Me sentia horrível e achei que, emagrecendo, ficaria mais bonita. Quando eu quis mudar a situação, me dei conta de que estava dentro de um labirinto sem saída... é como um vício. Cheguei a pesar 34 quilos", lembra. No começo, a jovem atriz se viu perdida. Com apenas 17 anos, sofreu uma forte crise de depressão, que culminou na falta de vontade de comer. “Eu não tinha a preocupação de comer, e isso ajudava a me manter magra. Mas, quando vi que essa depressão me ajudava a emagrecer, eu acabei gostando da idéia”, declarou. O primeiro passo para a cura, foi assumir a doença e encará-la de frente. “Eu fui buscar uma firmeza interior, que nem sabia que tinha. E assim, superei esse medo de saber que tinha uma doença, mas não conseguia encará-la e assumir. O primeiro passo foi assumir: sim, eu tenho, mas vou sair dessa e seguir adiante", orgulha-se. "Hoje, não tenho mais medo, pois sei que posso ser mais forte que ela”. Especialistas alertam que uma pessoa que sofre desse tipo de transtorno alimentar, precisa de atendimento psicológico com urgência, pois seu comportamento pode ser comparado ao de um drogado. A afirmação é comprovada neste depoimento de Anahí: “Até hoje preciso me alimentar bem todos os dias, pois a qualquer momento posso ter uma recaída. É um risco contínuo, 24 horas do dia, como se eu fosse uma alcoólatra. Devo pensar: hoje eu vou comer bem... Se eu bobear, em um mês posso ficar como antes. Sou contra dietas e essa moda louca de querer estar magra demais, porque vivi essa doença e não desejo isso ao meu pior inimigo”.


SINTOMAS


Entre os sintomas que podem ser notados, estão a falta de apetite, um emagrecimento brusco, ressecamento excessivo da pele e queda de cabelos. Além disso, com o tempo, a pessoa começa a sentir muito frio e, no caso das mulheres, o ciclo menstrual é interrompido. Com a evolução da doença, há riscos de arritmia cardíaca, problemas gastrointestinais, renais e endócrinos.


COM A AJUDA DA FAMÍLIA


Nos casos de anorexia, uma das principais instruções dadas por especialistas tem a ver com o apoio da família, no processo de tratamento. Em seu site, o Dr. Drauzio Varella alerta: “Os familiares só se dão conta do que está acontecendo quando, por acaso, surpreendem a paciente com pouca roupa e vêem seu corpo esquelético, transformado em pele e osso. Nesse caso, é urgente procurar atendimento médico especializado”. Nos casos de anorexia, uma das principais instruções dadas por especialistas tem a ver com o apoio da família, no processo de tratamento. Em seu site, o Dr. Drauzio Varella alerta: “Os familiares só se dão conta do que está acontecendo quando, por acaso, surpreendem a paciente com pouca roupa e vêem seu corpo esquelético, transformado em pele e osso. Nesse caso, é urgente procurar atendimento médico especializado”. Para Anahí, o apoio da família foi fundamental em seu tratamento. A cantora esteve internada em três clínicas de reabilitação, em diferentes hospitais, fez vários tratamentos psicológicos e psiquiátricos e, para ela e sua família, parecia que a doença não tinha solução. "Foram dois anos muito difíceis. A situação só começou a mudar, quando quase perdi a vida. Fui levada ao hospital, de emergência. Meu coração parou oito segundos. Hoje, voltei a nascer e aprendi a viver com esse problema. Estou sempre em tratamento, me monitorando, porque, assim como ocorre com outros vícios, sei que terei que conviver com a sombra dessa doença até o fim", relembra.

O DRAMA QUE VIROU BANDEIRA


Hoje brilhando em Redelde, onde vive a carismática Mia Colucci, Anahí se diz preocupada com as jovens que sofrem com essa doença. Ela transformou sua história num alerta para jovens de todo o mundo. Além de assumir a doença publicamente – postura difícil para uma jovem de 23 anos - e revelar como foi seu drama, Anahí quer fazer mais. Ela ainda não decidiu se vai escrever um livro ou seguir falando do assunto na tevê, jornais e revistas. De certo, existe apenas a iniciativa de dividir suas vivências com seus fãs e familiares. “Deus me deu a oportunidade de vencer essa doença e voltar para a vida. Sinto que não é justo não fazer nada para esclarecer dúvidas sobre ela. Sei que, com isso, vou poder ajudar muitas pessoas”, declara. Hoje brilhando em Redelde, onde vive a carismática Mia Colucci, Anahí se diz preocupada com as jovens que sofrem com essa doença. Ela transformou sua história num alerta para jovens de todo o mundo.Alem de assumir a doença publicamente – postura difícil para uma jovem de 23 anos - e revelar como foi seu drama, Anahí quer ir além. Ela ainda não decidiu se vai escrever um livro ou seguir falando do assunto na TV, jornais e revistas. De certo, existe apenas a iniciativa de dividir suas vivencias com seus fãs e familiares. “Deus me deu a oportunidade de vencer essa doença e voltar para a vida. Sinto que preciso não é justo não fazer nada para esclarecer dúvidas sobre ela. Sei que com isso vou poder ajudar muitas pessoas”, declara. De toda essa triste história,fica uma lição de vida. Anahí está conseguindo transformar seus dias de depressão e medo em um importante alerta para o público. Muita gente me escreve, garotas, meninas, mães, pais... Todos preocupados, pedindo ajuda. Eu não sou ninguém para dizer o que devem fazer ou não. Então posso dar meu testemunho contando o que vivi. O posso pelo menos dizer: Se eu pude, você pode. Mas é preciso muito trabalho pois, se é uma enfermidade, temos que vê-la como tal. E é preciso ver um pouco o interior da pessoa, pois é uma doença emocional

Mia De RebeldeEditar

Em 2004, Any foi convidada por Pedro Damián para integrar o elenco de protagonistas da novela “Rebelde”, que a gente nem precisa falar que foi um grande sucesso. A personagem Mia, interpretada pela atriz, era uma patricinha superfofa e que sempre dizia a frase “Como é difícil ser eu!”.

1983 - 1998 Infancia e Inicio Da CarreiraEditar

Anahí Giovanna Puente Portilla nasceu na Cidade do México em 14 de maio de 1983, sob o signo de touro. Filha de Marichelo Portilla e do escritor espanhol Enrique Puente, é a caçula de duas irmãs, Marichelo (como a mãe) e Diana Puente.

Anahí começou sua carreira aos dois anos de idade, por pura casualidade, no programa infantil "Chiquilladas", da Televisa quando foi acompanhar sua irmã Marichelo a gravação do programa e durante o intervalo pegou uma escova e começou a cantar e dançar na frente do espelho e foi quando chamou a atenção do produtor que resolveu coloca-la enfrente as câmeras para ver a reação da pequena. Assim, tornou-se parte do programa, onde além de atuar, interpretava o tema de encerramento diário: Te Doy Un Besito. Desde muito pequena a atriz-mirim veio realizando vários trabalhos na televisão, supreendendo a todos com seu carisma e qualidade artística inata. Ainda durante vários anos, a pequena notável foi a imagem de uma famosa marca de refrigerantes, a Pepsi-Cola. Além de "Chiquilladas", Anahí participou de outros porgramas infantis, como "La Telaraña", em 1986 e "Súper Ondas", em 1989. Desde então, a atriz não se limitou somente à televisão e passou a atuar nas telonas, em filmes como "Asesinato a Sangre Fría", e Había Una Vez Una Estrella, com David Reynoso e Pedro Fernández, ambos em 1989. Por sua atuação neste último filme, recebeu em 1991, o prêmio Palma de Oro por seu destaque como atriz infantil. Em 1991, grava outro filme, "Nacidos Para Morir", com Humberto Zurita, e neste mesmo ano atua nas novelas "Garotas Bonitas", La Pícara Soñadora e Madres Egoístas. Em 1992, participa nos filme "Ayúdame Compadre", onde atua junto de sua irmã Marichelo; "El Ganador", e "No Me Defiendas Compadre". Além disso atua na telenovela "Ángeles Sin Paraíso" e grava seu primeiro disco, Anahí, que promove por toda a República no ano seguinte, quando se apresenta durante cinco semanas no circo Atayde, com El show de Anahí.

Em 1993, Anahí interpreta o tema "Mensajero del Señor", dedicado ao Papa João Paulo II, devido à sua visita a Yucatán, México. Em 1995, aos doze anos, participa de Alondra, novela mais exitosa da época, que foi vendida para vários países e foi a que fez com que a Anahí ficasse conhecida em outros países como Espanha e Venezuela. Ainda no mesmo ano Anahí grava a série Mujer, Casos De La Vida Real que mostra o cotidiano de mulheres trabalhadoras que cuidavam dos filhos. Em 1996, lança seu segundo disco ¿Hoy Es Mañana? e grava a telenovela "Tú y Yo". Em 1997, grava a telenovela Mi Pequeña Traviesa e lança seu terceiro disco, Anclado En Mí Corazón, já em 1998, atua em Vivo por Elena e Gotita De Amor. Ainda em 1998, aos quinze anos de idade, Anahí para de frequentar escolas e passa a ter professores particulares em casa, terminando os estudos mais cedo e, posteriormente, formando-se em estilista de moda. Neste mesmo ano, é chamada para gravar a série "Una Pura y Dos Con Sal", onde tem sua primeira protagonista em trabalhos de televisão.

1999 - 2003: Primer Amor,Clase 406, e PloblemasEditar

Com o fim da série Anahí entra para o elenco de Mujeres Engañadas no qual ganhou um "Prêmio TVyNovelas" como Atriz Revelação Feminina e, logo mais, El diario de Daniela, além disso protagoniza junto de José Joel, o filme Inesperado Amor. Em 2000 o produtor Pedro Damián chama Anahi parar fazer Primer Amor - A Mil Por Hora, seu primeiro protagônico em uma novela, ao lado de Kuno Becker, com quem realiza um dueto para a novela e lança seu quarto albúm de estudio Baby Blue, que vende cerca de 50 mil cópias no México.

"Batemos palmas para os esteriótipos, mas quando vemos alguma pessoa passando por esse transtorno, dizemos que estão loucas. Há uma doença, que a cada dia se torna mais comum. É facil, pra quem está de fora julgar, mas só quem sofre na pele, sabe o quão devastadora pode ser. Durante onze dias eu não comia nada, depois comia só um dia e é claro botava pra fora tudo que comia. Além de um problema físico, é também um problema psicológico." Anahí durante o documentário "Obsessões: Corpos que Gritam" do canal Nat Geo.

Em 2002, Anahí é convidada novamente por Pedro Damián para se integrar à segunda temporada da novela Clase 406, onde protagoniza o papel de Jéssica Riquelme, uma garota milionária, órfã de mãe, caprichosa e de coração frio; ao decorrer da trama, sua personagem vai se transformando até torna-se mais doce e humilde.

Antes de estrelar em Clase 406, Anahí enfrentou um distúrbio alimentar grave, anorexia nervosa. Em seu peso mais baixo, ela pesava aproximadamente 35 quilos, estava dentro e fora dos cinco centros de tratamento diferentes, e tinha sido enviada para vários médicos e psicólogos em torno México. No dia 29 de abril de 2001 a cantora voltou de viagem de férias com a família, e começou a ter sensações de desmaios, sendo levada às pressas para um hospital, onde seu coração parou por oito segundos. Em 2008, com o apoio da Televisa, Anahí lançou a campanha Si Yo Puedo, Tú También, que ajuda adolescentes com essa doença.

Como EstelistaEditar

Anahí desde que completo seus quinze anos, passou a ter professores particulares influenciando com que a própria acabasse os estudos mais cedo, sendo assim com seus 20 anos Anahí já estava se preparando para ingressar no mundo da moda, só esperava o momento certo para isso acontecer. Em maio de2007 Anahí abriu sua loja na cidade do mexico titulada de Anahi World. Onde desde então passa se dedica exclusivamente a ela, durantes as viagens em turnê Anahí aproveitava para desenhar novos modelos de roupas, calçados e entre outras coisas.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória